Estou abrindo um post aqui no site para falar de um menino do bem.

O Pedro.

PEDRO – ME MANDA UMA FOTO PRA EU COLOCAR AQUI!!

Ele tem apenas vinte e quatro anos e uma concepção de família de dar orgulho em qualquer pessoa. Trabalha com o pai num desses aplicativos que facilitam o trasporte de pessoas no Rio de Janeiro. Dirige muitas horas por dia para ajudar nas despesas em casa. Dorme pouco.

Pois bem, domingo passado Pedro foi buscar a gente num evento em Laranjeiras. Simpático, já puxou assunto e perguntou se era legal ali. Depois da nossa empolgada afirmativa, disse que levaria a mãe dele lá também, pois ele achava que ela poderia gostar. Dentre outras coisas, ele nos contou sobre sua admiração pelos pais e que mora com eles porque quer aproveitar ao máximo sua companhia enquanto eles estão vivos. Contou também que tem um irmão mais novo e que leva o pai na garupa em passeios de moto. Eu já tinha achado ele um fofo, um filho mega bonzinho e até falei isso para ele, mas quando ele nos deixou no destino, Richard percebeu que tinha deixado o celular no carro. Liguei. Atendeu um outro passageiro, expliquei a situação e Pedro imediatamente me deu o número pessoal dele, porque a bateria do celular do Richard já estava acabando. Disse para eu ficar tranquila, que ele estava levando um pessoal para a Barra da Tijuca e quando voltasse, nos entregaria o celular. E assim ele fez. A única preocupação que ele teve foi em nos tranquilizar, nem queria receber recompensa.

Pedro, se um dia você chegar a ler este post, manda uma foto sua para o e-mail (contato@calmatianat.com.br) que eu atualizo aqui. Quero muito que as pessoas vejam quem você é!! Disse no domingo e repito aqui: conhecer gente como você faz a gente acreditar na humanidade.

E muito obrigada por ter voltado lá para entregar o celular. Seus pais devem ter muito orgulho de saber que você é um menino tão íntegro!! Desejo muito que seu irmão possa crescer se espelhando em seus bons exemplos.

 

Graças a Deus, tenho encontrado muita gente boa pela vida, e em meio a tanta coisa ruim que encontramos na internet, acho que é minha obrigação espalhar as notícias boas.

E sim, o Richard precisa parar de perder as coisas.

Quero falar do Pedro

Natália Ramos


Natália Ramos Brasileira, 1973. Nascida e criada em cidade do interior. Turismóloga por formação, empresária por profissão e maquiadora por vocação. Curiosa, determinada, invocada, impaciente e feliz (nem sempre, mas quase sempre)!


Post navigation


One thought on “Quero falar do Pedro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *